#14: MBL

capa-s01e14

Você também vai gostar de...

  • Miguel Nakajima Marques

    O MBL me assusta com a quantidade de pautas retrógradas que eles conseguem acampar.
    Inegavelmente eles têm uma quantidade considerável de seguidores, e poderiam funcionar na eleição de 2018 como “puxadores de voto” para somar votos principalmente nas eleições proporcionais, onde as pautas podem ser muito mais superficiais e unidimensionais. Eles seriam algo como um “Tiririca formado por várias pessoas”. Se são eleitos deputados com pautas únicas (“o defensor dos policiais” ou “a defensora dos animais” ou ainda “o defensor dos escrivãos ruivos canhotos”) com certeza o MBL conseguirá emplacar algumas vagas na Câmara dos Deputados.

    • Lucas

      Uma presença retrograda ainda maior no legislativo é uma preocupação que tenho também. Especialmente porque os setores progressistas, ao invés de se atentarem a isso, continuam discutindo apenas o que fazer com a presidência em 2018.

  • Leon_ardo

    Acompanho o podcast, apesar de discordar de suas opiniões políticas. Acompanho principalmente pela maneira isenta com a qual vocês abordam os mais variados assuntos, mesmo tendo um viés político claro. Mas isso infelizmente não aconteceu nesse episódio. Concordo quando vocês dizem que o MBL não propõe nada, somente critica o que acha errado…também estou ansioso para o momento em que eles irão começar a propor novas pautas. No mais, o resto do episódio foi só uma maneira de desvalorizar e desqualificar o MBL, inclusive com as opiniões deturpadas de que Mises não é levado a sério e de que só é conhecido no Brasil e Venezuela, ridicularizarem o Prof Olavo de Carvalho, e de que o Arthur vai às manifestações para apanhar e posar de coitado. No mais, acho que o MBL tem uma linha de pensamento clara, com notícias e atividades ligadas à ela, como uma forma de engajar as pessoas, assim como existem milhares de páginas de esquerda fazendo a mesma coisa. Continuarei acompanhando o trabalho de vocês, pois sei que vocês podem fazer bem melhor do que isso.